Blog

Um Apóstolo Recolhido ao Céu

Postagem enviada em 03/07/2013

Conheci o pastor Santana, ainda na minha infância quando ele, vocacionado por Deus, foi designado pela nossa Convenção Estadual para pastorear a igreja na cidade de Caicó, a minha cidade natal. Lá nos anos 60 minha mãe aceitou Jesus como Salvador, com a pregação do pastor Santana e nós seus filhos, todos ainda crianças passamos a freqüentar a igreja, a escola dominical, o círculo de oração, o culto matutino; estávamos sempre presente naquelas reuniões com poucos irmãos, é verdade, mas todos cheios da graça de Deus.

Abraçamos a fé pentecostal numa década de avivamento e muito pentecostes no Brasil e também aqui no Rio Grande do Norte. Pastor Santana freqüentava a nossa casa e cuidou muito bem de nós, da nossa família; minha mãe o tinha em grande estima não só como pastor, mas como um santo homem de Deus; e ele tornou-se uma referência para minha vida na formação cristã e na formação ministerial.

Foi na região do Seridó, a partir de Caicó, que o pastor Santana trabalhou, como um verdadeiro apóstolo, enviado por Deus, abrindo trabalhos em São Fernando, Serra Negra, Jardim do Seridó, Jardim de Piranhas, São João do Sabugi, Parelhas, Equador.

Durante os onze anos que ele passou em Caicó, tive o privilégio de desfrutar do seu convívio, de viajar com ele, às vezes em carros chamados de “queixo duro”, pelas estradas de barro fazendo a obra de Deus. Como menino, praticamente, eu era o encarregado de carregar o lampião a gás para iluminar o ambiente dos cultos.

Foi muito importante o trabalho social desenvolvido por ele ali em Caicó. A diaconia que funcionava muito bem em parceria com a “aliança para o progresso” cursos eram ministrados, da América do Norte vinha alimentação e roupas, e naquele momento foi muito bom para a nossa família, para a igreja, e para a cidade. Ele abriu uma escola de alfabetização e sua filha Miriã era uma das professoras. Um ponto de pregação foi aberto em nossa casa, que ficava na periferia da cidade e havia cultos e reuniões de escola dominical. Todo esse convívio veio fortalecer a nossa fé, a nossa firmeza no evangelho e durante todo esse tempo foi muito bom tê-lo como nosso pastor.

Depois que ele foi transferido para Parnamirim, em 1971, nunca deixamos de nos comunicar. Eu fui para o Amazonas, lá Deus me chamou para o santo ministério e quando retornei para o Rio Grande do Norte, pastor Santana foi uma das pessoas que me deu muito apoio. Quando fui designado para a igreja em Equador, em 1976, ele foi à minha posse e também esteve presente quando inauguramos o templo naquela cidade.

Em 1978, fui designado para Santana do Matos e muitas vezes tive o privilégio de, várias vezes, receber a sua visita acompanhando o pastor João Batista da Silva, (que na época nós chamávamos de Pastor Regional). Quando fui para Serra do Mel, e depois para Mossoró muitas vezes o visitei em Parnamirim e também recebi a sua visita em Mossoró. Em 1998, com a partida do pastor João Gomes para o céu, o pastor Santana pediu a minha opinião sobre a sucessão na presidência da igreja e pude dizer que o homem para assumir a presidência da IEADERN era ele, pelo fato de ser chamado por Deus e desfrutar de muito conceito e respeito dos obreiros do estado. Com a sua posse continuei desfrutando do seu convívio, da sua amizade, viajando com ele pelo Brasil e exterior, mantendo sempre um ótimo relacionamento.

Posso afirmar com toda convicção que Deus o levou mas ficou o seu exemplo de cristão, de ministro do evangelho, e como um verdadeiro apóstolo passou a estar com o senhor, descansando na eternidade e aqui ficamos nós batalhando pela fé que uma vez foi dada aos santos até o dia quando todos estaremos na companhia do Senhor Jesus Cristo, dos santos apóstolos, da igreja em todos os tempos e do pastor Santana que já está nos céus aguardando a bem aventurada ressurreição dos mortos

Portanto, quero deixar registrado que o pastor Santana nos deixa o legado de um verdadeiro homem de Deus e o exemplo de esposo, que o diga a irmã Ivone; de pai, que o digam suas filhas; e de obreiro que todos nós podemos dizer.

 

 

comments powered by Disqus

Agenda

Últimas imagens

Início Biografia Currículo Imagens Vídeos Família Contato